Ultimas

07 outubro 2012

( Resenha) Amante Eterno - Irmandade da Adaga Negra, Livro 2 - J. R. Ward



Título: Amante Eterno, Subtítulo: A Irmandade da Adaga Negra 02, Edição: 1, Editora: Universo dos Livros, Ano: 2010, Páginas: 448 Ps.: Livro de conteúdo para maiores de 18 anos.Resenha contem: spoilers 
Nas sombras da noite em Caldwell, Nova York, desenrola-se uma sórdida e cruel guerra entre vampiros e seus carrascos. Há uma irmandade secreta, sem igual, formada por seis vampiros defensores de sua raça. Possuído por uma besta letal, Rhage é o membro mais perigoso da Irmandade da Adaga Negra. Dentro da Irmandade, Rhage é o vampiro de apetites mais vorazes. É o melhor lutador, o mais rápido a reagir, baseado em seus instintos, e o amante mais voraz, porque em seu interior arde uma feroz maldição lançada pela Virgem Escriba. Possuído por esse lado sombrio, Rhage teme constantemente que o dragão dentro de si seja liberado, convertendo-o num perigo para todos à sua volta. Mary Luce, uma sobrevivente de muitas adversidades, entra de maneira involuntária no universo dos vampiros, contando apenas com a proteção de Rhage. Concentrada em combater a sua própria maldição, potencialmente mortal, Mary não está buscando o amor e perdeu sua fé em milagres tempos atrás. Mas quando a intensa atração animal de Rhage se transforma em algo mais emocional, ele sabe que Mary precisa ser sua e de mais ninguém. E enquanto os inimigos fecham o cerco, Mary luta desesperadamente para alcançar a vida eterna com aquele que ama...


Bem vamos lá, o que eu posso dizer de Amante Eterno? Esta é a história do Irmão Adaga Rhage, o mais alto dos irmãos e também um dos mais antigos. Nesse livro vamos conhecer, além da história de Rhage, alguns personagens novos que serão fundamentais no desenvolvimento da série e também vamos ver uma faceta diferente, da (ainda arrogante) Virgem(?) Escriba.

Rhage é o mais bonito dos irmãos, todos sabem disso, ele sabe disso, mas ninguém conhece o que se passa dentro da alma desse guerreiro torturado, condenado por sua arrogância a dividir sua existência com uma fera, sobre a qual ele não tem nenhum controle, e aí eu pergunto: quem será que o condenou pelo pecado da arrogância? Resposta: nossa querida Virgem Escriba, lembram que eu disse lá em cima que ela era arrogante? Pois é mas ela não tolera esse pecado em mais ninguém, existe uma atitude mais arrogante? Tá eu sei que, estou me repetindo aqui mas, é que eu realmente detesto essa mulher.

Vamos conhecer Mary, a shellan de Rhage. E também é neste livro que surgem pela primeira vez na série John Mattews, Bella e seu irmão Revhenge mas eu não vou falar deles.

Vou te dizer que a Mary me irritou um pouco, houve momentos em que realmente quis entrar na trama só pra dar uns tapas nela. Vejam se vocês não concordam comigo, ela é humana, sem graça, sendo consumida por uma leucemia ou seja, o aspecto não é dos melhores, então ela conhece um homem extraordinariamente lindo, super interessado nela, à ponto de arriscar a própria segurança para estar perto dela, e ela faz doce? Jura? Que droga ela andou usando?

Aloooouuuuu o cara tem o apelido de Hollywood, porque tem a aparência de uma estrela de cinema, tudo bem, eu aceito que ela tinha uma baixa auto-estima, mas o cara estava correndo atrás, insistindo, perseguindo, perturbando, mesmo em baixa auto-estima... qual é gente, ela não quer nem tirar uma casquinha, pra ter o que contar para os netos? E isso só piora pelo fato dela desconfiar que sua leucemia voltou para assombrá-la, espera aí, a aparência não vai melhorar com a evolução e/ou o tratamento da doença, ela pode morrer a qualquer momento, e ela se recusa a dar uma chance a um cara lindo de viver? Chamar de burra é o eufemismo do século.

Mas vamos deixar a Mary de lado um pouquinho e tentar nos focar no personagem principal, Rhage, todos se enganam com ele, todos acham que ele é feliz sendo o gostosão, ninguém tenta olhar mais profundamente pra ele, e ele finge muito bem para que todos pensem exatamente isso, mas quando usamos máscaras para esconder quem somos por muito tempo, acabamos nos questionando sobre quem realmente somos, o que queremos, e o que nunca podemos sonhar em ter, Rhage chegou exatamente nesse ponto em que se começa a perguntar porque a vida vale à pena, e como ele vai encontrar alguém que queira estar com um amaldiçoado, e se existe alguém que além de aceitar sua maldição vá enxergá-lo além da boa aparência.

Na Irmandade todos são traumatizados em algum ponto de sua longa vida, todos tem marcas profundas e a única coisa real para eles é a lealdade e respeito que existe entre os irmãos e a guerra que travam pra proteger seu povo, então a última coisa que querem é a complicação de se apaixonar, certo? Errado. É tudo que eles querem e precisam, apesar de nenhum deles assumir isso, principalmente o galã que pode ter todas as mulheres que quiser, na hora que quiser. Mas contrariando tudo que todos acreditam, Rhage quer isso mais do que todos, ele quer uma relação real, duradoura, monogâmica, ele quer uma família fora da Irmandade, ele quer alguém que seja só dele e para quem ele dedique todos os seus pensamentos e desejos, ele quer ter alguém para quem voltar depois de lutar, alguém que lhe diga que o ama acima de tudo, alguém com quem ele pode ser ele mesmo, e lhe dê colo, lhe abrace quando é isso que ele precisa. Uma companheira com quem ele pode dividir sonhos, receios, desejos, que aceite os dia bons e ruins. Quem não quer isso?

Como eu disse Rhage tem uma maldição, e essa maldição consiste em dividir sua existência com um dragão, é isso mesmo ele se transforma em um dragão que literalmente devora os lessers, porém não é tudo o que a fera devora, ela também pode acabar devorando os irmãos que estiverem nas proximidades, já que Rhage não tem nenhum controle sobre a fera, presentinho da nossa 'tãããão querida e amada Vadia Escriba' eu já disse que odeio essa vaca? Sim eu já disse, mas nunca me canso de repetir. Então, esse é um dos maiores temores de Rhage, a fera matar seus irmãos por acidente. Como uma mulher vai aceitar qualquer coisa que se pareça com isso? Ele também teme que a fera ataque sua companheira, mas mesmo assim ele não desiste de ter seu Happy Ending(final feliz) e persegue Mary até que ela o aceite, assim como sua fera também, é isso amigos, contrariando todas as possibilidades a fera de Rhage também se apaixona por Mary, e se torna um animal de estimação para ela, ela controla a fera, e justamente quando tudo parece se encaixar nos seus lugares certos vem a resposta de que a vida de Mary está no fim. Como não entrar em pânico, como não se desesperar, quando tudo que você sempre desejou, tudo que dá sentido a sua vida está prestes a ser destruído? Pois é, Rhage encontrou Mary, lutou por ela e conseguiu conquistá-la somente para descobrir que ela está morrendo e não tem nada que os médicos ou ele possam fazer. Só eu que achei que era muita tortura para um homem só? Acredito que não, e não pensem que não pode piorar, Rhage em seu desespero foi em busca da única pessoa que ele sabia que poderia curar Mary, e quem vem a ser esse ser misericordioso? É isso mesmo, a Vaca Escriba.

Aí você pensa, ela é a mãe da Raça, é uma divindade cheia de amor por seus filhos adorados e vai ver que ele já sofreu o bastante com a maldição e tudo mais e vai ajudá-lo com certeza, não é? Não, não é. Ela exige um sacrifício de Rhage para curar Mary, e não é qualquer sacrifício, é o sacrifício de abrir mão dela. Esse ser magnânimo oferece a Rhage a cura total de Mary, e também uma saúde perfeita, junto com uma vida eterna, ou seja Mary só vai morrer quando assim escolher, mas para que isso aconteça Rhage tem que deixá-la, e não só isso, todos que conhecem Mary irão esquecer dela... com exceção de adivinhem quem? Isso mesmo, Rhage, com o agravante de que se ele se aproximar dela, ela morre imediatamente(na minha opinião isso é requinte de crueldade). Não é doce nossa amada Virgem(?) Escriba?
          
Nem tudo são dores, é claro, mas eu não vou colocar mais spoilers do que já coloquei aqui, leiam o livro e vejam como termina, esse romance que na minha opinião é ótimo, porque no meio de toda essa bagunça sentimental, tem muitas lutas, tem outros encontros emocionantes, tem sequestro, tem o nosso amado Rei Wrath fazendo aparições constantes, ou seja tem tudo que um bom livro deve ter.

  
Irmandadeda Adaga Negra  01 - Amante Sombrio (Resenhado)
Irmandade da Adaga Negra  02 -  Amante Eterno (Resenhado)
Irmandade da Adaga Negra 03 - Amante Desperto
Irmandade da Adaga Negra 04 - Amante Revelado
Irmandade da Adaga Negra 05 - Amante Liberto
Irmandade da Adaga Negra 06 -  Amante Consagrado
Irmandade da Adaga Negra 07 - Amante Vingado
Irmandade da Adaga Negra 08 - Amante Me






Ione
 

10 comentários:

  1. Infelizmente no momento eu so li o amante sombrio e é lógico , como todo mundo fiquei fascinada pela série IAN!

    Amante Eterno parece ser maravilhoso, bom pelo que minhas amiga diz não tenho duvidas disso.

    Mais sinceramente eu to louca pra ler "Amante Desperto" *---*

    Adoreii sua resenha >.<

    ResponderExcluir
  2. Ahhh, que demaiss! Ainda não li nenhum livro dessa saga, mas me falam muiito bem dessa sériee! Eu adorei a resenhaa, deixou um gostinho de "quero ler"...
    Fiquei morrendo de raiva dessa Virgem Escriba, que maldade ela quer fazer heim... Bem, em resumo, fiquei megaa curiosa para saber o que vai acontecer com Mary e Rhage! o/

    ResponderExcluir
  3. ohhhh eu amo IAN! O Rhage é tudo de bom rsrsrs

    ResponderExcluir
  4. Adorei a capa .. super charmosa ..

    ResponderExcluir
  5. Rhage realmente é um príncipe, e ele ainda tem bom humor, é o palhaço da Irmandade. Agora aguardem a resenha da história do irmão mais mau-humorado, mais impaciente, mais rebelde, mais traumatizado, mais frio, mais deformado fisicamente, mais temeroso, e por incrível que pareça o mais querido de 9,5 entre 10 fans da série: Zsadist

    ResponderExcluir
  6. Ah Rhage, eita homem quente, literalmente, o amor dele com a mary é tão puro e carnal ao mesmo tempo, é sincero. Logo ele o terror da mulherada, ai ele é muito fofo e tudo de bom lógico!!!Vale muito a pena ler pra quem não leu ainda!!!Bjos

    ResponderExcluir
  7. Ai, sou louca para ler esses livros, mas nunca tive oportunidade...
    Muito bom!
    A capa é linda!

    Beijos
    Tífany - http://osamantesdaleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Flor, eu sou louca pra ler essa série, mas parece que minha lista nunca acaba... e quando pego uma série esqueço que existe outros livros. to tentando por a leitura em dia e vou me agarrar com esses vampiros. bjs
    Eykler
    www.aghridoce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Nossa a historia parece ser ótima, sem falar no misto entre vampiros. Já quero começar a ler e me deliciar com tal historia.

    ResponderExcluir
  10. Eu adoro o Rhage!!
    Estes dias estou me sentindo tentada a empreender a segunda releitura.

    ResponderExcluir

Obrigada pelos seu comentário, ele move nosso blog e nos faz muito contentes.

 
Copyright © 2014 Louca Escrivaninha
Traduzido Por: Louca Escrivaninha - Design by Le Pimenta